Quando se pensa na área de logística, é muito comum que ela ainda seja relacionada apenas a homens no comando. No entanto, a realidade atual mostra exatamente o contrário.

Com algumas mudanças que o setor vem implementando ao longo dos últimos anos, a logística passou a ser um campo em que as mulheres não só fazem parte da operação do trabalho, mas também da chefia.

Isso se deve por possuírem uma capacidade analítica mais afinada, o que reflete no aumento da diversidade de gênero dentro das corporações. E é exatamente sobre esse ponto que este texto vai tratar.

Confira!

O que é logística?

Apesar de muitas pessoas terem alguma noção do que seja o setor logístico, poucas delas sabem, efetivamente, o que ele faz, bem como qual o tamanho de sua importância dentro de uma empresa, seja ela de qual segmento for.

Então, para não ter mais dúvidas, a logística pode ser definida como o conjunto de métodos e formas de destinar os produtos e/ou serviços de uma empresa para o local certo, respeitando o prazo determinado. Dentre as habilidades necessárias para atuar no campo, destacam-se economia, marketing, tecnologia, recursos humanos, entre outros.

Para que todas as etapas que compõem a logística sejam finalizadas com sucesso, diferentes atividades precisam estar em plena sintonia. Conheça algumas dessas atividades abaixo:

⦁ Controle de estoque;
⦁ Transporte;
⦁ Armazenagem;
⦁ Previsão de entrega;
⦁ Arquitetura das redes de distribuição;
⦁ Etc.

Características do setor logístico

Conforme o mundo muda, o mercado e as pessoas que nele trabalham precisam mudar também 一 e o mesmo acontece na logística.

Para acompanhar todas as transformações que envolvem a área, as empresas precisam estar constantemente se adequando e renovando seus conhecimentos, a fim de desenvolverem as competências necessárias e trabalharem com mais assertividade em suas demandas.

Hoje, para se ter destaque, muitas outras habilidades precisam estar em evidência em um profissional, e não mais apenas a organização e a facilidade com planilhas. Na realidade, habilidades que se relacionem com o comportamento do indivíduo também são bem quistas, tais como:

⦁ Relacionamento interpessoal;
⦁ Capacidade de adaptação;
⦁ Liderança;
⦁ Inovação.

Não é à toa que essas características se relacionam diretamente com os cargos mais elevados dentro da cadeia logística, como coordenador ou gerente.

Os cargos com maior destaque

E por falar em cargos, o Banco Nacional de Empregos (BNE) realizou uma pesquisa no início de 2021 para elencar os cargos que mais se valorizaram no período de 12 meses 一 e entre 30 deles, 7 são da área de logística.

Veja a seguir quais são:

⦁ Coordenador de depósito (25,30%);
⦁ Analista de produção (13,76%);
⦁ Analista de exportação (13,25%);
⦁ Gerente de qualidade (11,84%);
⦁ Gerente de logística (11,83%);
⦁ Supervisor de controle de qualidade (11,42%);
⦁ Coordenador de produção (10,80%).

Como as mulheres se inserem no meio

Antigamente, muitas barreiras eram erguidas dentro do setor de logística quando uma mulher mostrava algum tipo de interesse em ingressar nele. Tal fato ocorria porque havia a percepção de que o serviço era mais braçal, contudo, com as novas habilidades requisitadas hoje em dia, essas barreiras estão diminuindo cada vez mais.

Agora, a logística tem uma visão muito mais tática e estratégica, características que se transformaram em portas de entrada para as mulheres na área. Logo, de um trabalho que era 100% operacional, ele passou a ser muito mais estratégico e planejado.

Segundo uma pesquisa realizada pela Bundesvereinigung Logistik (BVL) com cooperação da Transport Logistic, a maior feira de logística do mundo, as mulheres da área atuam, em sua maioria, em cargos de escritório (controle de estoque, compra de produtos ou em recursos humanos). E o que isso significa? Que as habilidades “femininas”, como trabalho em equipe, gerenciamento de conflitos e flexibilidade, proporcionam uma visão geral de todo o setor.

Pontos como esses só comprovam o quanto a diversidade dentro das empresas só acrescenta a todos. Inclusive, um estudo feito pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) constatou que quase 3 entre 4 empresas que promoveram a diversidade de gênero em cargos de chefia tiveram seus lucros aumentados entre 5% e 20%. Além do mais, a plataforma de recrutamento Gupy divulgou que, só em 2020, o volume de contratação de mulheres no setor logístico aumentou em 229%.

Com certeza tudo isso é uma ótima notícia e uma grande oportunidade para quem está inserido, de alguma maneira, na cadeia logística, seja no operacional ou em áreas mais estratégicas.

Sobre a Transligue

Surgida no início de 2000, em Santa Catarina, a Transligue atua há mais de 20 anos com muita qualidade, segurança e transparência, característica que nos faz uma grande referência no mercado.

Além de atuar no transporte de cargas, armazenagem e processos de importação e exportação, também contamos com uma equipe extremamente qualificada e comprometida com os resultados, proporcionando, assim, um atendimento de excelência a todos os clientes.

Sabendo da importância da presença de mulheres na área da logística, nós promovemos a diversidade de gênero dentro da empresa, tanto que muitos cargos de diretoria e gerência são ocupados por mulheres.

Para conhecer mais do nosso trabalho, acesse www.transligue.com.br ou entre em contato conosco.

Voltar para o blog