3 perguntas essenciais para compreender a relação do aumento do combustível e do transporte de cargas